terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Manias e maluquices.


Eu só durmo com o lençol esticadinho, se amassar eu me levanto só para arrumar, e a porta do armário tem que estar fechada, senão eu começo a imaginar que estou sendo observada por algo lá dentro. 

Acordo ás 3 da manhã para beber água, todos os dias,claro que não me levanto, eu peço repetindo a receita; metade gelada metade natural.

Tenho mania antes de dormir, de coçar os olhos esfregando com as duas mãos é uma cena assustadora. E tenho que lavar os pés também, mesmo que tenha acabado de tomar banho.

Sou viciada em descongestionante nasal, dependência grave, já fica embaixo do travesseiro, falando nisso eu tenho dois, em um encosto a cabeça e o outro eu abraço.

Incomoda-me muito um tapete torto ou com a ponta dobrada. 
Saio também arrumando tudo por ordem de tamanho ou de cor e tenho vontade de fazer isso nas casas das pessoas, mas não chega a tanto, é TOC eu sei, mas é um caso moderado...

Eu nunca me lembro o nome de ninguém, e pior, associo o rosto á um nome que eu acho que combina com a pessoa e coloco toda minha confiança nisso, o que me fará chamar a Maria de Gabi e o João de Eduardo.

Tenho certeza que ainda não inventaram nada melhor para prender o cabelo que caneta bic, então eu desapareço com as tampas de todas elas e é comum encontrá-las no banheiro, no sofá, ou do lado da cama.

Como pão-de-queijo com margarina e alho. Leite só gelado e tem que ser puro ou com mel. Uma das coisas que eu mais gosto de comer no mundo inteiro são aquelas batatas fritas fatiadas que vendem naqueles carrinhos com estufa de vidro. Ah, adoro!

Eu tenho um padrão para o tomate no vinagrete, tem que ser bem maduro e picado bem pequenininho, aliás, eu tenho um padrão para quase tudo que vou comer, tenho um estômago seletivo e cheio de frescuras, por isso eu prefiro cozinhar.
                                                                                                                         
Tenho medo de filmes de terror ,sou do tipo que encolhe os pés, grita de susto, taquicardia e tudo. Choro á toa, choro de saudade, choro de raiva, de tristeza, e principalmente quando não tenho motivo nenhum.

Tenho mania de escrever repetidamente meu nome e treinar assinaturas diferentes em qualquer pedaço de papel. Quando tenho crise de riso, isso acontece nos lugares e situações mais improváveis e demora, demora passar.

Quando caminho por uma calçada, não gosto de pisar nas linhas de divisão. Desespera-me época de natal, porque sei que as pessoas vão fazer decorações com vários pisca-piscas e as luzes vão estar descoordenadas.

Se alguém me contar uma mania ou um hábito e eu achar lógico, eu copio pra mim e passo a usar. Agora sempre que abro uma lata de sardinha, tenho que tirar aquela coluninha que fica no meio e me certificar que limparam direitinho. Essa eu copiei. Também não como algodão doce de saquinho, porque acho que eles sopram pra encher de ar, eca, essa eu copiei também.

Não é só isso, a lista de manias, rituais, preferências e maluquices é grande, mas já contei muita coisa, não quero assustar, por enquanto é só pessoal. 

Essas são as letrinhas pequenas, que só via quem estava perto o suficiente, quem já tinha assinado o contrato. Agora que publiquei este texto, todos sabem, mas não me importo, se de médico e louco todo mundo tem um pouco, eu nunca tive mesmo nenhum talento para medicina...



Kelly Rodrigues.


3 comentários:

Anônimo soltou o verbo...

DE : FABIANA PARA KELLYNHA
O QUE DIZER, DE UMA PESSOA ASSIM, O QUE PENSAR DE UMA PESSOA ASSIM, COMO DAR UM DIAGNOSTICO A UMA PESSOA ASSIM....SO DEUS CURA, LIBERTA E SALVA...PRA QUE UM PSICÓLOGO......KKKKKKKK
AMO VC .......BJOS

Kelly Rodrigues soltou o verbo...

A esperança é a única que morre, fui desenganada por minha psicóloga, óh e agora quem poderá me defender? kkkkkkkkkkkkkkkkk
Amo muito também bjão!!!

Unknown soltou o verbo...

Fiquei assutada, você parece tão normal kkkkkmas é maluquinha =P
Eu também não como algodão doce de saquinho pelos mesmos motivos que você não come.
Eu tenho um ritual para tomar banho: lavo o bumbum por último, pois sempre tenho a impressãoq ue se for de outro modo vou espalhar bactérias pelo corpo todo e não vai ficar cheiroso. kkkkk Afinal não é um lugar que fica perfumado por muito tempo.

Pronto. Falei =P

Opine aqui, comente!

Pessoas que tem algo a dizer, uma opnião a defender, não é necessário sempre concordar, são cérebros ativos que são bem-vindos por aki.